Assistidos do mês | Julho16

Mais um mês se passou e confesso que no mês de julho assisti mais do que acharia que conseguiria assistir. Até que dei uma equilibrada nos gêneros de filmes esse mês, o que é muito bom pra desapegar um pouquinho do drama que tanto amo. O mês anda passando muito, muito rápido. Quando se vê, já é dia 30 e lá se foi mais um mês. De qualquer forma, vamos às indicações:

A Lenda do Tarzan (The Legend of Tarzan), 2016

Sinopse: Passaram-se anos desde que o homem antes conhecido como Tarzan (Alexander Skarsgård) deixou as selvas de África para trás para uma vida sofisticada como John Clayton III, Lorde Greystoke, com sua amada esposa Jane (Margot Robbie) ao seu lado. Agora, ele foi convidado para voltar ao Congo para servir como um emissário de comércio do Parlamento, sem saber que ele é, na verdade, um peão em uma convergência mortal de ganância e vingança, organizado pelo belga Capitão Leon Rom (Christoph Waltz). Mas aqueles por trás da trama assassina não tem ideia do que estão prestes a desencadear.

Eu acabei de sair do cinema e vim terminar o post para vocês e, sinceramente, não sou muito fã de filmes de aventura, mas esse me surpreendeu. Não é exatamente a história do Tarzan, como eu imaginei que seria como no desenho. É meio que uma continuação da história original com alguns “remember” da vida do John Clayton III na selva. É engraçado, sem muitos efeitos especiais, mas com uma história bem legal. Nos cinemas.

5 estrelinhas movie

Ferrugem e Osso (De Rouille et D’os), 2012

Sinopse: Alain (Matthias Schoenaerts) está desempregado e vive com o filho, de apenas cinco anos. Ele parte para a casa da irmã em busca de ajuda e logo consegue um emprego como segurança de boate. Um dia, ao apartar uma confusão, ele conhece Stéphanie (Marion Cotillard), uma bela treinadora de orcas. Alain a leva em casa e deixa seu cartão com ela, caso precise de algum serviço. O que eles não esperavam era que, pouco tempo depois, Stéphanie sofreria um grave acidente que mudaria sua vida para sempre.

Li muitas indicações desse longa, inclusive perdi a conta de quantos meses ele estava na lista para assistir do Filmow :P. Mas eis que, num domingo a noite, resolvi assisti-lo. Que filme lindo. Teve uma época da minha vida que assisti muito filmes franceses e já havia esquecido que a sensação de assistir um filme de produção francesa era tão boa. A fotografia do filme é belíssima, a trilha sonora e a atuação de Marion Cotillard impecável, como sempre. Disponível na Netflix.

5 estrelinhas movie

Já estou com saudades (Miss You Already), 2015

Sinopse: Jess (Drew Barrymore) e Milly (Toni Collette) são melhores amigas desde a infância. Enquanto Milly se casou, teve dois filhos e construiu uma carreira de sucesso, Jess decidiu levar uma vida pacata ao lado do marido Jago (Paddy Considine). Após se submeter a um tratamento, Jess enfim consegue engravidar. Mas a notícia vem justamente quando Milly descobre ter câncer de mama e precisa passar por quimioterapia, o que necessitará do apoio não apenas da amiga, mas de toda a família.

Sabe quando você se envolve com a história de um filme que sente vontade de abraçar os personagens e fazer parte da vida deles?! Foi assim que senti ao assistir “Miss You Already”. Jess e Milly tem uma amizade muito, muito bonita e são muito conectadas. Eu achei incrível essa ótica de uma amizade tão sincera vista pelo lado de fora. Quando a amizade envolve tanto os momentos muito bons como os momentos tristes e permanece ali, em pé e intacta. Tenho certeza que todos que tem um grande amigo(a) vão se identificar e segurar os lencinhos, porque o filme é de chorar. Disponível na Netflix.

5 estrelinhas movie

Livre (Wild), 2015

Sinopse: Depois de anos de comportamento inconsequente, o vício em heroína e a destruição de seu casamento, Strayed (Reese Witherspoon) decide mudar. Assombrada pela lembrança de sua mãe e sem nenhuma experiência, ela sai para trilhar os milhares de quilômetros do Pacific Crest Trail totalmente sozinha.

Já tem um tempo que li a história de Cheryl Strayed no livro com o mesmo título do filme: Wild. Biografia + drama: combinação perfeita pra mim. O filme é extremamente tocante e lindo de assistir. As paisagens e a maneira como a trilha acompanha a história de vida contada por ela mesmo, é sensacional. Tudo vai criando forma até que o final nos surpreende de tal maneira que é impossível explicar, só assistindo mesmo. Esse é um daqueles filmes que gosto de assistir sozinha no final do dia, quentinha deitada na cama. Se você gosta de filmes com história de vida, autoconhecimento e mensagem inspiradora no final, fica a dica: Wild.  Não está disponível na Netflix, encontrei na internet.

5 estrelinhas movie

Tirando o atraso (Dirty Grandpa), 2016

Sinopse: Poucos dias antes de seu casamento e a contragosto, Jason Kelly (Zac Efron) é incumbido de conduzir seu avô (Robert De Niro), um assanhado ex-general do Exército que acabou de ficar viúvo, até Boca Raton, na Flórida.

Eu devo ter dito em alguma outra postagem minha relação com filmes de gênero comédia. São poucos os que me atraem, muito deles tem uma história até que legal, mas os personagens são ruins. Ou vice-versa. Normalmente o que sempre salva, pra mim, é a trilha sonora porque sou eclética. De qualquer forma, “Dirty Grandpa” é mais uma comédia meio drama meio besteirol. A história em sim é legal legal, as atuações muito boas também (#TeamRobertDeNiro <3), mas beem besteirol, o que não me agradou tanto. Mas se você está afim de rir e passar o tempo, vai a dica. Disponível na Netflix.

3 estrelinhas movie

Grey’s Anatomy – Season 9, 2012

Sinopse: Os médicos do Seattle Grace tem que encarar as consequências da queda do avião na última temporada, e os destinos de Meredith (Ellen Pompeo), Derek (Patrick Dempsey), Cristina (Sandra Oh), Mark (Eric Dane) e Arizona (Jessica Capshaw) estão em aberto. Agora, com seus futuros desconhecidos, os médicos do Seattle Grace precisam aprender a se adaptar a mudanças, a lidar com suas perdas e a seguir em frente com seus relacionamentos e suas carreiras. Seattle Grace é um lugar onde a vida não é vivida em preto e branco, mas em tons de cinza.

Alô admiradores de Grey’s Anatomy, se identifiquem!! Estava ensaiando para colocar séries na lista de assistidos do mês, por qual motivo ainda não havia colocado? Não sei. Talvez porque muitas das séries que acompanho estão paradas no meio da temporada, então não faria sentido colocar nos assistidos. Sendo assim, conforme eu for terminando de assistir a temporada completa, coloco-a no assistidos do mês. Sobre Grey’s Anatomy: já sou muito fã. Confesso que já conhecia a série há muitos anos, mas não tinha hábito de acompanhar séries (enjoo muito fácil das coisas – geminianos toquem aí), mas esse ano resolvi dar uma chance e me apaixonei pela história, pelos personagens, pelas histórias e principalmente pela trilha sonora. Não vou falar muito a respeito das temporadas em si, porque caso você ainda não tenha chegado nessa temporada, eu estaria dando spoiler. Pretendo fazer um post sobre a série e contar mais a respeito, talvez sobre as histórias que mais me emocionaram ou sobre as músicas, personagens, enfim.. Vou rascunhando por enquanto. Só digo que 5 estrelinhas é muito pouco para Shonda Rhimes. ❤ Disponível na Netflix.

 Gilmore Girls – Season 1, 2000

Sinopse: Bem-vindos à cidade de Stars Hollow, Connecticut, EUA. Aqui é comum as pessoas acharem que a bela gerente de hotel e mãe solteira, Lorelai, e sua bela filha, Rory, são irmãs. Com muito bom humor, elas enfrentam os altos e baixos da vida, incluindo lidar com a família e suas decepções amorosas.

Gilmore Girls é uma das pouquíssima séries que acompanhei aleatoriamente no Boomerang durante minha adolescência. Depois disso, o box de todas as temporadas virou meu item de desejo, mas ainda não consegui adquirir. Sendo assim, Netflix disponibilizou todas as temporadas e é claro que não podia perder tempo e voltei assistir todas as temporadas. Só digo que amo o quanto essa série tem “cheirinho”de adolescencia, de como os assuntos que a família Gilmore abordava é muito comum nos dias de hoje, de como a gente consegue se identificar com o conflitos de adolescência de Rory e como Star Hollow é uma cidade bem legal com pessoas bem legais. Quem ainda não viu, super recomendo. Esse ano está previsto um revival de Gilmore Girls produzido pela Netflix (Girmore Girls: Um ano para recordar), então corre que ainda dá tempo de atualizar todas as temporadas anteriores. Disponível na Netflix.

 

“Aqui estão algumas perguntas que tenho feito a mim mesma. E se eu me perdoar? E se eu me arrepender? E se eu pudesse voltar no tempo? Eu não faria nada diferente. E se todas as coisas que fiz foram as coisas que me trouxeram aqui?” (Livre – Cheryl Strayed)

assinatura

Assistidos do Mês | Junho 16

Já faz alguns meses que estou tentando colocar mais uma categoria aqui no blog e pensei em várias sub categorias, mas não estava encontrando uma que ficasse bem legal no qual eu pudesse compartilhar o que gostaria. O objetivo é simples: vou compartilhar com vocês filmes/séries/documentários que eu assisti durante todo o mês e no final de cada um darei algumas estrelinhas de 0 a 5, assim fica como uma indicação também. Meu gênero de filmes favoritos são drama, comédia romântica e suspense, mas assisto de quase tudo um pouco.

nysm2-gang

Truque de Mestre: O Segundo Ato (Now You See Me 2), 2016 

Gênero: Ação, Aventura, Comédia, Thriller

Sinope: Um ano após despistar o FBI e ganhar a adulação do público com seus números de mágica ao estilo Robin Hood, os Quatro Cavaleiros (Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Dave Franco e Lizzy Caplan) ressurgem em um espetáculo que pretende expor as práticas sem ética de um magnata da tecnologia, mas ao final do número, são desmascarados e raptados por um inimigo desconhecido. O homem por trás do ato de desaparecimento dos ilusionistas é nada menos que Walter Mabry (Daniel Radcliffe), um prodígio que ameaça os mágicos e os obriga a fazer um roubo dos mais espetaculares e impossíveis. A única esperança é conseguir produzir um golpe sem precedentes para limpar seus nomes e revelar o real mandante por trás de tudo. (Filmow.com)


O que achei:
Pra quem assistiu ao primeiro filme, talvez consiga entender um pouquinho melhor essa segunda parte. Mas de qualquer forma, o filme é muito bom. Eu que achei que nada superaria o primeiro, essa segunda parte superou demais. Obrigada ao meu amor por apresentar esse longa! Adoro os efeitos, adoro a inteligencia do filme. Super recomendo!

favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)

322848id1c_MeBeforeYou_FinalRated_27x40_1Sheet.inddComo eu era antes de você (Me Before You), 2016

Gênero: Drama, Romance

Sinopse: Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele. (Filmow.com)

O que achei: Fiz uma resenha do filme nesse link aqui contando um pouquinho do que achei do filme. Resumidamente, LINDO. Estou terminando de ler o livro e amando ainda mais a história de Lou e Will.

favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)

001Ted, 2012

Gênero: Comédia

Sinopse: A trama fala de um cara normal de Boston que na infância desejou que seu urso de pelúcia ganhasse vida e que viu esse sonho se realizar. O problema é que o urso em tamanho real, que o tem acompanhado a vida toda, começa a complicar a sua rotina de adulto. (Filmow.com)

O que eu achei: Já fazia um booom tempo que eu estava enrolando pra ver esse filme, até que esse mês liguei a tv e estava começando então resolvi assistir. A história em si é bem legal mesmo surreal. Lembra muito o tempo de criança quando a gente apega a um brinquedo, ou no caso, um ursinho de pelúcia. Dei várias risadas, mas não é um filme de comédia que indicaria.

favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)

1Grandes Momentos (Save The Date), 2012

Gênero: Comédia, Romance

Sinopse: Após rejeitar o repentino pedido de casamento de Kevin e romper com ele, Sarah (Lizzy Caplan) começa a confrontar os próprios defeitos e vê-se novamente envolvida com Jonathan, um antigo affair. Enquanto isso, sua irmã Beth (Alison Brie) vai se casar e está totalmente imersa nos preparativos da cerimônia. (Filmow.com)

O que eu achei: O filme é bem parado, mas muito vida real, o que me chamou mais atenção. São duas irmãs completamente diferentes, com vidas diferentes e que entram em conflito o tempo todo. O final deixa um pouco a desejar, mas o filme como um todo é bem legal. Daria uma série muito boa!

favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)

queromatarmeuchefehorrible-bosses-poster-nacional-07junho2011-01Quero Matar Meu Chefe (Horrible Bosses), 2011

Gênero: Comédia

Sinopse: Na trama três amigos decidem que a única coisa que poderia tornar o cotidiano monótono um pouco mais tolerável seria transformar seus chefes intoleráveis em fumaça. Pedir demissão não é uma opção e assim, com a ajuda de alguns drinques além da conta e do conselho duvidoso de um ex-detento malandro (Jamie Foxx), os três amigos bolam um plano complicado e aparentemente à prova de falhas para se livrarem de vez de seus empregadores. (Filmow.com)

O que eu achei: O elenco é muito bom, o que deixou o filme bem melhor, porque na verdade não passa de uma comédia cheia de besteirol do começo ao fim. Ótimo filme para se divertir. Tem a sequência do filme, lançada em 2014 que parece ser tão engraçada quanto. Em breve pretendo assistir.

favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)favorites-star-sketch (1)

Esses são os assistidos do mês. Se você já assistiu algum dos filmes e quer deixar sua opinião, é sempre bem vindo. Gosto muito de saber o que outras pessoas acham dos mesmos assuntos. Deixe seu comentário logo abaixo e pra quem tem perfil no Filmow, o meu é esse aqui: (https://filmow.com/usuario/silvasabrina/)

assinatura

Filme “Como eu era antes de você”

mby_promo_001

Neste final de semana, eu e uma amiga fomos ao cinema assistir “Como eu era antes de você”, inspirado no drama romântico da autora Jojo Moyes. Já vinha há alguns meses assistindo aos trailer e muito ansiosa pra ver a adaptação e gente.. Quase escorreu uma lágrima durante o filme!

A sinopse do filme é: Rico e bem sucedido, Will (Sam Claflin) leva uma vida repleta de conquistas, viagens e esportes radicais até ser atingido por uma moto, ao atravessar a rua em um dia chuvoso. O acidente o torna tetraplégico, obrigando-o a permanecer em uma cadeira de rodas. A situação o torna depressivo e extremamente cínico, para a preocupação de seus pais (Janet McTeer e Charles Dance). É neste contexto que Louisa Clark (Emilia Clarke) é contratada para cuidar de Will. De origem modesta, com dificuldades financeiras e sem grandes aspirações na vida, ela faz o possível para melhorar o estado de espírito de Will e, aos poucos, acaba se envolvendo com ele.

mby_stills_002

Eu não sou de chorar com filmes não, só se eu estiver muito sensível – o que não era o caso. Mas o que tinha de meninas chorando na sala de cinema foi surpreendente. A história é realmente cativante, a Emilia Clarke fez um papel incrivelmente delicioso de assistir. Você ri quase o filme todo com a tagarelice dela, mesmo o conteúdo do filme ser dramático e triste. Na verdade, eu acho que esse é ponto do filme: é a positividade numa história de amor tão triste.

O filme é dirigido por Thea Sharrock e de acordo com fontes, ela também irá dirigir a adapatação de “A Seleção” da autora Kiera Cass, então lá vem coisa boa em breve. A trilha sonora é realmente maravilhosa, conta com Imagine Dragons, Ed Sheeran, X-Ambassadors, entre outros.

O que eu tenho pra dizer além de tudo é: Corra para o cinema mais próximos e não deixem de se emocionar com a história de Lou e Will. O filme já tem meus 5 coraçõezinhos.

tumblr_o24a6qw0GH1ut2o4so4_500

assinatura

Top 5: filmes favoritos

Se tem duas coisas que gosto muito nessa vida é: indicações e assistir filmes. Não sei vocês, mas nada melhor que aquele amigo/conhecido/primo indicar músicas, livros, aquele novo restaurante, não é mesmo?! E quando se fala em filmes então?! Melhor ainda! Hoje trouxe pra vocês meu top 5 filmes favoritos da minha conta no Filmow. Confesso que nem todos os filmes que assisto e gosto muito, lembro de adicioná-los como favoritos, portanto pode ser que falte alguns nessa lista. Nada fácil escolher só 5 filmes, hein?! Todos esses foram assistidos e favoritados até o ano passado. Vamos às indicações!

1. Um Senhor Estagiário (The Intern), 2015 

Tem dupla mais fofa que Anne Hathaway e Robert De Niro?! Não, minha gente!! O filme conta a história de Julies Ostin (Anne Hathaway) criadora de um bem sucedido site de vendas de roupas. Quando sua empresa inicia um processo de estagiários idosos, entra em cena Ben Whittaker (Robert De Niro), um viúvo de 70 anos que leva um vida bem monótona e que vê o estágio como uma oportunidade de se reinventar. Apesar das dificuldades com a tecnologia e todo mundo on-line, Ben consegue fazer amizades e criar um laço de amizade com Julies Ostin. Gente, eu fã de carteirinha de Anne Hathaway, esperei por meses sair esse filme! Não aguentava mais ver os trailers, conferir data de estréia!! É muito divertido essa outra dinâmica de filme onde duas gerações se encaixam. Acho que não existe harmonia mais bonita! Vale a pena assistir o filme com o boy, com as amigas, sozinha.. enfim! E não esqueçam de checar o estilo de Julies: apaixonante!

2. Um Momento Pode Mudar Tudo (You’re Not You), 2014

“One moment can change everything. One person can give us hope.” Baseado no livro de Michelle Wildgen, Bec (Emmy Rossoum) é uma adolescente rebelde, que está perdendo o interessa pela vida acadêmica. Ela começa um novo trabalho cuidando de Kate (Hilary Swank), uma mulher que sofre de uma doença terminal. Aos poucos, Bec vai aprendendo a aproveitar a vida e deixando sua vida antiga para trás. O filme também conta com Josh Duhamel (“Juntos pelo Acaso”, 2010) no elenco. Pegue os lencinhos e se preparem para rir e chorar ao mesmo tempo!! Filme de sensibilidade sem tamanho! Não sei se foi porque não estava num dia muito bom e por ter resolvido assistir sozinha, acho que nunca chorei tanto assistindo um filme, gente! É sensível demais! Ótimo para refletir sobre a maneira como estamos aproveitando nossa vida. Vão em frente, super indico!

3. Comer Rezar Amar (Eat Pray Love), 2010

Liz Gilbert (Julia Roberts), recém divorciada e decidida descobrir que a vida vai mais além de casa e carreira, resolve embarcar numa viagem de um ano. Os destinos escolhidos são: Itália, Índia e Bali em busca da descoberta pessoal, onde além de experimentar sabores diferentes, descobrir a paz interior, encontra um novo amor. Sou suspeita pra falar desse filme, porque além de obviamente ser um dos meus favoritos, é um dos meus queridinhos! Amo a história de Liz Gilbert, amo o elenco do filme e mais ainda toda essa coisa de descoberta pessoal! Mergulhei no livro e no filme. Se você tem sede de novas culturas, pessoas e idiomas diferentes, segue a indicação. As paisagens e trilha sonora são incríveis!

4. Uma Manhã Gloriosa (Morning Glory), 2010

Com elenco composto por Rachel McAdams, Harrinson Ford e Diane Keaton, o filme conta a história de Becky Fuller (McAdams), uma produtora de telejornal que acaba de ser demitida de seu programa de notícias, mas logo consegue um novo emprego, no qual precisa reeguer um antigo telejornal. Becky contrata um difícil âncora para reerguer o programa matinal da emissora, o DayBreak. Coapresentado por Colleen Peck (Diane Keaton) uma ex-rainha da beleza. É muito engraçado como os dois apresentadores não conseguem se dar bem mesmo com a crise do telejornal. Por outro lado, Becky possui uma persistência que deixa o filme todo contagiante e com gostinho de quero mais. Perfeito para assistir num final de tarde!

5. Agora e Para Sempre (Now Is Good), 2012

Não poderia deixar fora talvez um dos filmes que mais esperei para sair nos cinemas! Tessa Scott (Dakota Fanning) é uma adolescente de 17 anos diagnosticada com uma doença terminal. Não querendo deixar que a doença tome conta dos seus dias, decide fazer uma lista de coisas que gostaria de fazer antes de morrer. Com ajuda de um amiga, Tessa começa colocar em prática os itens de sua lista, o que acaba deixando seu pai e seu irmão preocupados. Tessa começa a viver experiências incríveis e fazer coisas que jamais imaginaria, como se apaixonar por Adam, seu novo vizinho. O filme é baseado na obra de Jenny Downham. Lembro que foi um dos primeiros livros que resenhei no clube do livro da escola, lá na oitava série! Então, imaginem a ansiedade pra ver os personagens na telinha?! O filme é bem fiel ao livro, a trilha sonora é incrível e as atuações também! É preciso pegar os lencinhos porque você vai  se emocionar pela história de Tessa.

Quais são os filmes favoritos de vocês?! Deixem nos comentários que vou adorar saber e assisti-los! Pra quem tem conta no Filmow, meu perfil é esse: http://filmow.com/usuario/silvasabrina/, me adicionem lá!

Até a próxima,

assinatura